terça-feira

Entardecer

 
Descobri-me nesta vida
ainda de pé,
sobre pernas cansadas.
A minha respiração
é agora mais audível,
a memória ainda inexistente.
Vivo nos intervalos
das ausências sorrateiras
que me invadem
dias seguidos.
Coleciono momentos,
como espectador anónimo
de uma maré lenta
que não conhece o horizonte.
Entardeço,
sem me importar com as pressões do tempo
e sem recordar a madrugada

Sem comentários:

Enviar um comentário