segunda-feira

Reinvenção

Reconheço-te
nos movimentos da tua sombra,
nos caprichos do teu sorriso,
no intervalo de ti.
Repenso-te
quando te sinto ser quem não desejas,
quando sentes o impróprio
ou quando falas numa língua estranha.
Reinvento-te
nas vagas da tua coragem
na visão do que alcanças
e no espirito de quem sabes ser.
És
Sou
parte de um desígnio
de quem não nos encontra.

1 comentário: